Efeito coronavoucher: popularidade de Bolsonaro dispara entre os mais pobres, diz Ibope

Efeito coronavoucher: popularidade de Bolsonaro dispara entre os mais pobres, diz Ibope
Foto: Reprodução/redes sociais

A pesquisa Ibope/CNI mostra que a popularidade de Jair Bolsonaro disparou entre os entrevistados que ganham até um salário mínimo.

O índice daqueles que avaliam o governo como ótimo e bom saltou de 23%, em dezembro de 2019, para 35%, agora em setembro. (veja os quadros abaixo)

O apoio ao governo diminuiu entre os entrevistados com renda familiar superior a cinco salários mínimos, caindo de 44% para 39%.

É o efeito coronavoucher.

 

 

 

 

 

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 61 comentários
TOPO