“A efetivação não altera o controle do estamento civil sobre o militar”

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, comentou no Twitter uma nota de O Antagonista sobre a efetivação de Joaquim Silva e Luna no cargo de ministro da Defesa:

Descubra o plano secreto (e baixo) de Cuba para eleger o PT. Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Claudio Vieira disse:

    Em 1964 as forças armadas tomaram o poder, alegando que o País poderia cair nas mãos de comunistas. Hoje será para acabar com a CORRUPÇÃO, nos três poderes, porque comunismo, jé está provado, que não tem sustentação. Os corruptos e corruptores que atuam nos três poderes, serão presos e seus bens...

Ler comentários
  1. Pedro disse:

    Mais um general cagão, impatriota. Vendo o povo ser massacrado pelos Três Poderes corruptos, e ficam sentados vendo a banda passar. São coniventes com toda essa bandalheira, acho que o dinheiro chegou aos quartéis. Queremos militares de verdade, não esse bando de cagões.

  2. Marden disse:

    Temos que entender que tudo é só opinião. Nada mais. Que ainda ganha dinheiro para da opinião.

  3. JC disse:

    E essa licitação do exercito pedindo camarão , caviar e espumante, ???

  4. É diferente! disse:

    Não há controle civil sobre o militar no Brasil, há o controle dos delinquemtes sobre o militar! Não confundam bananas com maçãs!

  5. Era uma vez umas FFAA! disse:

    Os milicos uma vez salvaram o Brasil dos quadrilheiros. Deus livre o Brasil dos criminosos vermelhos, destruidores da nação e perdoe os milicos de hoje que nada fazem pelo Brasil!

  6. Oficiais das FFAA, milico é o papai!!! disse:

    É militares, boçal. Não é milico.... Recalcado Vá estudar seu esquerdalha burrão. São oficiais das FFAA, milico deve ser a profissão do papai que você não deve ter conhecido..

    1. Militar é mais uma categoria de funcionário público no Brasil (apesar da Constituição incluí-los em outra categoria pensam e agem como todos os outros funcionários públicos) que gera apenas gasto para o Brasil e não tem utilidade nenhuma. Aí você vai me perguntar "Não tem utilidade? E se o Brasil entrar em guerra?" Se o Brasil entrar em guerra estaremos ferrados com os miliares que temos que não conseguem nem lidar com organizações criminosas em um único Estado da federação, que no caso é o Rio de Janeiro. Estou cansado de pagar impostos para ver este pessoal coçar o saco e ficarem se vangloriando de coisas que nunca fizeram.

    2. Até que passe totalmente essa geração, serão chamados de MILICOS GOLPISTAS.

    3. Militar é outra coisa, amigo. Provavelmente inexistente no Brasil. São MILICOS SIM E NINGUÉM OS PERDOA PELO QUE FIZERAM EM 64.

  7. MILICOS NUNCA MAIS! disse:

    Estamento civil e estamento militar? Que tal estamento pelo voto, de acordo com a Constituição? Só mesmo um milico para dizer uma bobagem dessas...

  8. GOLPE PRÁ TODOS OS LADOS disse:

    Vixi, Será que o Temer vai tentar um golpi a la Hugo Chavez com apoio do Exército ?

  9. bellezi0202.com disse:

    nao tenho nada contra um militar como ministro da defesa , na realidade o que eu gostaria mesmo e que reduzissem a metade os ministerios e colocassem la so militares , visto que na carreira militar com exceçao do de corrupçao e mentira se tem todas as areas de atuaçao que o estado precisa.