Eike não delatou

Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador da República, fala em “depoimento espontâneo” de Eike Batista.

Não foi, portanto, delação.