ACESSE

ÉLCIO QUEIROZ DIZ QUE FOI FUNCIONÁRIO DO PT NA GESTÃO LINDBERGH

Telegram

O ex-PM Élcio Queiroz, apontado como comparsa de Ronie Lessa no assassinato de Marielle Franco, negou participação no crime.

Em depoimento ao Ministério Público do Rio, ele também revelou que foi funcionário da Prefeitura de Nova Iguaçu, quando o prefeito era Lindbergh Farias. “O melhor patrão que tive.”

“Fui assessor do PT em Nova Iguaçu, quando o prefeito era Lindbergh”, disse, ao ser questionado sobre eventual divergência com a esquerda.

“Não tenho antipatia nenhuma por governo de esquerda. Pelo contrário, melhor patrão que eu já tive. Pagava muito bem seus funcionários. Não tenho nada a falar da esquerda.”

Élcio teve de explicar por que fez pesquisas na internet sobre Jean Wyllys e Marcelo Freixo, padrinho político da vereadora.

“Eu concordo com muitas coisas que ele (Freixo) fala, inclusive do PSOL também. Vou dizer uma coisa, por exemplo: a reforma da Previdência. Eu sou contra a reforma, como o PSOL também é.”

A transação suspeita que fez Léo Pinheiro, um dos pivôs do petrolão, citar Dias Toffoli em sua delação. Saiba mais

Comentários

  • Uirá -

    Tem foto do suposto mandante com o Eduardo Cunha fazendo campanha para a Dilma, agora o comparsa do atirador foi funcionário de Lindbergh. Precisaram de bem menos para implicar Bolsonaro na morte.

  • Ramiro -

    O PT é uma organização criminosa travestida de partido político e deve ser tratado dessa forma. Para o bem do país o PT, PSOL e os Partidos Comunistas devem ser extintos. Se trata de gente sem pudor!!

  • Adriana -

    CPMI já! Ações no STF! Reportagem no Jornal Nacional implicando PT e PSOL! Kkkkkkkkkk

Ler 108 comentários