Ele é fiel

Telmário Mota foi acusado de espancar sua amante, mas é preciso reconhecer que ele sempre defendeu sua mulher, sobretudo depois que ela foi condenada a seis anos e oito meses de prisão por envolvimento no “escândalo dos gafanhotos” e fugiu da PF.

O senador dilmista é fiel aos seus princípios.