Eleição na Câmara tem data e será totalmente presencial

Eleição na Câmara tem data e será totalmente presencial
Arte: O Antagonista

A Mesa Diretora da Câmara acaba de decidir que a eleição será em 1º de fevereiro.

Arthur Lira, o candidato do Progressistas, anunciou no Twitter, em tom de comemoração, que a eleição será presencial:

“Prevaleceu o que é regimental, o que está na Constituição.”

O Antagonista apurou que na reunião, a portas fechadas, a deputada Soraya Santos (PL), apoiadora de Lira e atual primeira-secretária da Câmara, chegou a dizer que “quem não se sentir confortável não venha”.

O voto para a eleição da Mesa Diretora é secreto e não obrigatório.

Leia mais: Nenhuma outra publicação cobre o STF com a independência, o olhar crítico e as informações de bastidores da Crusoé
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO