Eleição no Senado: "Nenhum partido está unido", diz Rose de Freitas

Eleição no Senado: “Nenhum partido está unido”, diz Rose de Freitas
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

A senadora Rose de Freitas, que trocou no ano passado o Podemos pelo MDB, disse a O Antagonista que votará em Simone Tebet para a presidência do Senado.

“Eu vou votar na Simone. Primeiro, pela luta das mulheres, pela importância de termos uma mulher candidata ao comando do Congresso.”

Perguntamos se o MDB está unido com Simone.

“Nenhum partido está unido. Acho que só o DEM. Esse é um debate muito vigoroso”, respondeu ela.

Rose acrescentou que tem “muita preocupação em relação ao governo brasileiro e ao mandatário que está aí” e que o Congresso precisará de independência, além de se concentrar na retomada da agenda reformista.

A senadora do Espírito Santo afirmou que, apesar de concordar com “as ineficácias e os descompromissos” do governo Bolsonaro, não defende impeachment do presidente.

“O Brasil está tão fragilizado. O Brasil está atravessando uma quadra econômica e política muito difícil.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO