Eleições 2018: pesquisas registradas e detalhadas

Telegram

A partir de hoje, com base na resolução do TSE sobre as eleições de 2018, os institutos são obrigados a registrar toda e qualquer pesquisa com antecedência mínima de cinco dias de sua divulgação.

As empresas deverão, também obrigatoriamente, detalhar o período de realização da coleta de dados, a margem de erro, o nível de confiança, o número de entrevistados, além do nome de quem contratou a pesquisa e o número do registro na Justiça Eleitoral.

Divulgações fora desse padrão constituirão crime, sob pena de detenção de seis meses a um ano para os responsáveis, e multa que varia entre 53 mil reais e 106 mil reais.

Comentários

  • Diego -

    Isso daí já é pra ter menos pesquisas e dificultar pra Bolsonaro2018.

  • CARNALULA -

    Que país sério!!! . Nossa!!! . Eu queria morar num país assim.

  • Eduarda -

    Isso é uma maneira despótica de controlar as pesquisas, favorecendo apenas as pesquisas fraudulentas que dão Lula como vencedor. Ou seja, as pesquisas paralelas na internet que demonstram a supremacia de Bolsonaro serão proibidas!

Ler 22 comentários