Eleições 2020: as armas de Boulos e Covas no segundo turno

Eleições 2020: as armas de Boulos e Covas no segundo turno
Reprodução/CNN Brasil

Os primeiros debates entre Bruno Covas e Guilherme Boulos evidenciaram as armas que os candidatos vão usar para tentar vencer a eleição em São Paulo, diz a Crusoé.

O tucano tem atacado a falta de experiência do psolista em cargos públicos e explorou a pecha de radical de Boulos, em razão de sua atuação como líder do MTST.

“Como resposta à sua inexperiência, Boulos, que é professor e tem 38 anos, começou a campanha do segundo turno destacando a trajetória e as realizações de sua vice, a deputada Luiza Erundina, de 86 anos, que foi eleita prefeita da capital paulista em 1988. Disse que Erundina ira ajudá-lo a governar a cidade e aproveitou o tema para atacar Covas.”

Leia aqui a íntegra da nota.

Leia mais: Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários
TOPO