Eleito supostamente ligado ao PCC tem diplomação suspensa

O vice-presidente do TRE de Sergipe Diógenes Barreto suspendeu hoje a diplomação de Valdevan Noventa (PSC), deputado federal eleito supostamente ligado ao PCC.

Preso no último dia 7, ele é suspeito de receber doações falsas — foram 86 depósitos de R$ 1.050 feitos após as eleições, de doadores sem capacidade financeira, segundo o Ministério Público.

Em conversa telefônica interceptada, o deputado mandou um subordinado orientar os falsos doadores sobre o que deveriam falar para os promotores.

Até o general Hamilton Mourão já comentou a história do ex-motorista de Flávio Bolsonaro CONFIRA AGORA

“Elas falaram uma questão lá que não era para falar, conforme a gente tinha orientado […] Você tem que conversar com as pessoas e dar uma sustentação às pessoas, você precisa ir lá e passar a firmeza para as pessoas”, disse Valdevan na ligação.

Ele obteve 45.472 votos, mas a PF diz que ele não não tem ligações com a região.

Comentários

  • Flávio -

    Um marginal eleito com o voto de mais de 45 mil marginais. Só pode ser isso.

  • kenoneer -

    Cheio de provas e ainda é "suposto"? Fala sério hein! Enjaula o cara e chama o próximo pros otários aqui pagarem a conta.

  • Mind -

    Supostamente ???????? kkkkkk Então já é !

Ler 20 comentários