Elias Maluco deixou cartas com pedidos de perdão à família

Elias Maluco deixou cartas com pedidos de perdão à família
Reprodução/TV Globo

A Polícia Federal encontrou cartas de despedida na cela em que foi encontrado morto ontem o traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, assassino do jornalista Tim Lopes.

“Ele diz basicamente que não tem mais vontade de viver, pedindo perdão para a família. Diz que não é um ato de covardia, mas de coragem e se sentia pronto para realizar esse ato. Nas cartas não há nada que fale sobre motivação, ameaças. Eram cartas dirigidas a cada um dos familiares , e pedindo perdão, para que eles entendessem”, descreveu o delegado Daniel Martarelli.

Elias Maluco foi encontrado enforcado, pendurado num lençol amarrado no fundo da cela, no presídio de segurança máxima de Catanduvas (PR). Só após a perícia no corpo e análise das imagens de câmeras, a PF deverá confirmar a hipótese, mais provável, de suicídio.

Preso desde 2007, Elias Maluco foi condenado a pena de 28 anos.

Leia mais: 2022: Bolsonaro e PT disputam os evangélicos
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 35 comentários
TOPO