ACESSE

Elogio de investigado

Telegram

Flávio Bolsonaro atacou a Lava Jato e defendeu Augusto Aras.

Um subprocurador comentou com o Estadão que “elogio de investigado ninguém quer. Mas há exceções: se o investigado for filho do presidente da República e tiver influência na escolha do próximo ministro do STF, a coisa muda”.

Leia mais: A 'paz conveniente' reina em Brasília: por que eles saem da crise ganhando

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 34 comentários