Em 2010, rede de perfis fakes defendia Dilma

Além de O Antagonista ter denunciado o terrorismo eleitoral de Dilma Rousseff via SMS em 2014, a BBC Brasil publicou em março deste ano uma reportagem sobre a rede de perfis fakes que atuou para o PT em 2010.

Nela, a repórter Juliana Gragnani conta que o “companheiro Armando”, do blog Seja Dita Verdade, nunca existiu –“seu blog e seus perfis no Orkut e no Twitter eram administrados por quatro pessoas que teriam recebido, para tanto, de R$ 3,5 mil a R$ 4 mil mensais entre maio e outubro de 2010”.

A BBC conversou, sob anonimato, com pessoas recrutadas sem contrato formal por uma empresa de marketing político de São Paulo. “Seu trabalho, segundo relatam, era alimentar o blog com postagens desmentindo supostos boatos sobre Dilma Rousseff e publicar textos parciais e contrários a seu principal adversário, José Serra (PSDB), que acabou derrotado no segundo turno.”

Quantas histórias já esconderam de você nesta eleição? Nós vamos revelá-las AQUI

“A página também chegou a ter notícias falsas”, prossegue o texto da repórter. “E, para disseminar seu conteúdo, o trabalho acabou envolvendo a criação de perfis falsos –ao menos 131 deles no Twitter.”

Comentários

  • Jose -

    PTbas são fakes e bandidos!!!

  • Baldur -

    Mas os nossos perfis não são fakes... não existe comparação entre os casos...o Bolsonaro têm 50 milhões de perfis verdadeiros usando o WhatsApp

  • Alexandre -

    Hoje peguei ônibus em SP eum PTóide falava alto ao cel, 'convencendo' alguém a não votar no Bolsonaro. Era uma cantilena de mentiras... lamentável! Pelo menos parece que não conseguiu kk. Vaga

Ler 58 comentários