Em almoço, Bolsonaro reforça apoio a derrubada de veto sobre perdão a igrejas

Em almoço, Bolsonaro reforça apoio a derrubada de veto sobre perdão a igrejas

Em almoço com a bancada evangélica, Jair Bolsonaro reafirmou há pouco o apoio à derrubada do próprio veto ao perdão de R$ 1 bilhão em dívidas de igrejas.

O Antagonista apurou que a bancada, no entanto, está dividida entre o apoio a uma PEC que amplie a imunidade tributária, alcançando contribuições como a CSLL, e a derrubada do veto de Bolsonaro.

O cardápio foi leitoa à pururuca com feijão tropeiro, prato tradicional preparado pelo deputado mineiro Fábio Ramalho (MDB).

A discussão sobre a alternativa para o perdão às igrejas não foi tratado com profundidade, e o almoço serviu para reaproximar os deputados de Bolsonaro.

A bancada evangélica se reunirá na próxima quarta-feira (23) para fechar questão sobre a derrubada do veto. A decisão, segundo um deputado, será fortemente influenciada pelo Planalto, que pode sinalizar que a aprovação de uma PEC é mais segura para ampliar a imunidades das igrejas.

Leia mais: Bolsopetismo pró-impunidade: a aliança para enterrar a proposta de prisão após condenação em segunda instância
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 52 comentários
TOPO