ACESSE

Em "Alô, Presidente", Bolsonaro conversa com pessoas que não existem

Telegram

Jair Bolsonaro lançou hoje um vídeo com o título “Alô Presidente”, no qual conversa com pessoas identificadas como Dona Maria Eulina e Francisco Valmar.

As pessoas não existem, ou, no mínimo, as fotografias usadas não pertencem a elas.

O perfil no Twitter BotGadoDetector mostrou que as fotografias de ‘Maria Eulina’ e ‘Francisco’ são ‘stock photos’, ou seja, fotos profissionais à venda na internet.

Maria Eulina:

Seu Francisco:

Aló Presidente era um programa de Hugo Chávez. Em 1999, em entrevista ao Estadão, o então deputado federal Jair Bolsonaro disse que Chávez era “uma esperança para a América Latina”.

E acrescentou: “Ele não é anticomunista e eu também não sou”.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • Aldo -

    Muita gente enganou-se com Hugo Chaves, achando que ele vinha acabar com a corrupção na Venezuela. Instalou uma corruptocracia pior ainda e seu sucessor nem foi eleito conforme a constituição de lá.

  • Nina -

    Bolsonaro paz e amor continua a ser uma ameaça à democracia. Não se pode acreditar num mentiroso contumaz nem baixar a guarda. Que as instituições estejam em alerta.

  • Maria -

    Que o os Bolsos não são anticomunistas todos já sabem. Quem ainda não percebeu, é só olhar o monte de petistas próximos de Bolsonaro. Liberalismo? Kkkkkk

Ler 123 comentários