Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em carta a Bolsonaro, Mandetta defendeu isolamento social e alertou para colapso da saúde

Em carta a Bolsonaro, Mandetta defendeu isolamento social e alertou para colapso da saúde
Foto: Anderson Riedel/PR

Na carta enviada a Jair Bolsonaro em 28 de março de 2020, à qual O Antagonista teve acesso em primeira mãoLuiz Henrique Mandetta alertou o presidente da República para o risco de colapso no sistema de saúde do país, cobrando que o governo federal apoiasse as medidas do Ministério da Saúde naquele momento.

“Em que pese todo esforço empreendido por esta Pasta para proteção da saúde da população e, via de consequência, preservação de vidas no contexto da resposta à epidemia da Covid-19, as orientações e recomendações não receberam apoio deste Governo Federal, embora tenham sido embasadas por especialistas e autoridades em saúde, nacionais e internacionais, quais sejam, o isolamento social e a necessidade de reconhecimento da transmissão comunitária”, diz trecho do documento.

Mandetta também citou na carta o fato de o Ministério da Saúde não ter sido incluído no comitê de crise criado naquele mês pelo Executivo para supervisão e monitoramento dos impactos da pandemia. Na prática, o comitê acabou não funcionando.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO