Em carta ao chefe da OMS, Kátia e Aécio indicam nomes do Butantan para missão de vacinas

Em carta ao chefe da OMS, Kátia e Aécio indicam nomes do Butantan para missão de vacinas
Montagem sobre fotos de Pablo Valadares/Câmara dos Deputados; OMS e Edilson Rodrigues/Agência Senado

Kátia Abreu e Aécio Neves, presidentes das comissões de Relações Exteriores do Senado e da Câmara, enviaram nesta terça (13) carta ao diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, pedindo apoio para a produção de vacinas.

“Informamos, com satisfação, que o Instituto Butantan, instituição de renome no campo da saúde pública e principal produtor de imunobiológicos do Brasil, manifestou ao Congresso Nacional, através da Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal – CRE, o seu profundo interesse em receber a equipe da OMS”, diz a carta.

“Segundo o Diretor do Instituto, Dr. Dimas Covas, a vinda de missão técnica da OMS ao Brasil poderá contribuir, de modo decisivo, para o Butantan chegar mais rapidamente à produção local de vacinas contra a Covid-19, sem a necessidade da importação de Insumos Farmacêuticos Ativos (IFA)”, acrescentaram Kátia e Aécio.

Reprodução/Congresso Nacional
“O Instituto Butantan manifestou interesse em receber a equipe da OMS o mais breve possível e colocou-se à disposição para dar todo o apoio logístico necessário à realização das missões”.

No final da carta, Kátia e Aécio indicam os nomes de Raul Machado Neto e Débora Bótequio Moretti, profissionais do Butantan, como pontos de contato.

Procurado, o Butantan informou a O Antagonista que ainda não há data para a visita da equipe da OMS.

Leia tambémO que está acontecendo na Fiocruz?

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO