Em delação, Palocci cita empresário que acumula vitórias em leilões do atual governo

O Antagonista apurou que Antonio Palocci citou em sua colaboração premiada o bilionário Rubens Ometto, presidente do Grupo Cosan.

Segundo o ex-ministro, que antecipou detalhes do caso em depoimento ao juiz Sergio Moro em 2017, o empresário integrou o lobby para a votação de emenda à MP 460 que restabelecia o crédito-prêmio de IPI para exportadores. Também atuaram Marcelo Odebrecht e Benjamin Steinbruch. O relator da MP foi o petista André Vargas, preso pela Lava Jato.

Em 16 de abril último, Ometto esteve no Palácio do Planalto, acompanhado de executivos do grupo, para uma audiência com o presidente Jair Bolsonaro. Participaram do encontro os ministro Onyz Lorenzoni e Paulo Guedes.

Uma semana antes, O Antagonista registrou o desempenho do grupo Cosan nos leilões de infraestrutura que integram o PPI, herdado do governo Michel Temer – com quem Ometto mantinha grande interlocução.

Ana Paula Henkel lembra à oposição: "A eleição acabou". SAIBA TUDO

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. CCARLOS LEMOS disse:

    As regras aceitas em governos anteriores não são as mesmas do atual. Uma empresa ou grupo, segundo sei, só pode ser alijado de participação em negócios com o governo depois de condenação.

Ler comentários
  1. PPaulo Lasta disse:

    TEM QUE INVESTIGAR, SE CULPADO NAO ESPERA SE CRIAR, POR QUE CRIATURA CORRUPCTA, SE CRIA RAPIDO, EXPANDE, E CAUSA MORTES, PGR, PF, ONDE AH FUMAÇA TEM INCENDIO.

  2. ana disse:

    Se forem criminalizar lobby, não vai sobrar empresário digno de participar de licitação.

  3. Regildo disse:

    E qual a relação de causalidade ou "nexo causal" entre os elementos citados? Típica "notinha" que suscita polêmica à toa! É a "destruição de reputação" dos petralhas?

  4. Sandra disse:

    A cada dia esta família está pior....

  5. Linhares disse:

    É por isso que essa turminha do Guedes + Salim Mattar defendem tanto as privatizações. Muitos interesses obscuros sendo negociado...

  6. José disse:

    Parece que o problema é o presidente apreciar a religiosidade de candidatos a cargos públicos... Ladrões, corruptos podem fazer o que querem e a mídia aceita sem restrições.

  7. Marcelo disse:

    Só ladrão! Que carma esse país tem, o loco meu!

  8. Antonio disse:

    No Brasil empresário para dar certo só com esses papinhos de pé de orelha mesmo.

    1. Sou empresario, passo por dificuldades e não tenho um ouvinte pra me ajudar, afinal tento ficar dentro das leis vigentes e não fui criado pra tungar alguém.

  9. Simas disse:

    Bolsonaro, funcionário do Centrão, aceita tudo caladinho.

  10. Caio disse:

    Tem que ir fundo nas investigações certamente irá descobrir atos de corrupção neste ou nos governos anteriores. Jornalismo investigativo liga os pontos de forma inteligente. Parabéns!

  11. Valmir disse:

    Se os Antas continuarem agindo como um folhetim , daqueles que vivem de sobras, não terão vida longa A poderosa globo está em decadencia. Galinha que acompanha pato, morre afogada.

  12. SPA disse:

    E daí ? Dá pra especificar melhor o "delito" ? O cara ajudou o PT/PMDB a jogar o país nessa pindaíba em que estamos ? Tá no radar da Lava Jato ? Ora , procurando pêlo em ovo ...

  13. Kalá disse:

    Por que atrasam tanto finalizar a delação de Palocci, afinal ?, para fazer explodir no governo seguinte ? Que gente é esta ...