ACESSE

Em depoimento, Flávio Bolsonaro diz que Queiroz trabalharia com ele no Senado

Telegram

Em depoimento ao MPF no dia 20 de julho, Flávio Bolsonaro afirmou que a “expectativa” era que Fabrício Queiroz trabalhasse com ele após a eleição para o Senado em 2018.

“A expectativa era que ele (Queiroz) viesse comigo mesmo, sempre foi uma pessoa da minha confiança. Se não tivesse acontecido nada de anormal, como aconteceu, ele provavelmente estaria aqui (Senado) comigo hoje. As coisas foram acontecendo nesse cronograma e explodiu essa situação dele em dezembro, dia 6 de dezembro, obviamente que não tinha mais clima dele ir trabalhar comigo”, afirmou no depoimento obtido por O Globo.

O MPF apura se a demissão de Queiroz foi motivada por causa de um suposto vazamento de dados da Operação Furna da Onça, como relatado pelo empresário Paulo Marinho.

Como publicamos, o filho 01 do presidente voltou a negar ter sido avisado da operação.

Leia mais: O filho 01 de Bolsonaro na mira da Justiça. Clique para saber mais

Comentários

  • Aldo -

    É, deve ser verdade. Era assessor na ALERJ, seria assessor no Senado, faz lógica. E daí? Todo mundo sabe disso.

  • PAULO -

    A verdade é a seguinte: o Flávio Bolsonaro está apavorado tentando EVITAR que o Queiroz "abra a boca". Em gravação obtida pela Justiça, Queiroz RECLAMOU que o "chefe" o ABANDONOU, não deu cobertura.

  • Joel -

    Se como vereador já fizeram uma brecha... Imagina no Senado... Dinheiro vivo ia ser água

Ler 40 comentários