ACESSE

Em e-mail, Odebrecht trata de mesada para irmão 'metralha' de Lula

Telegram

No novo conjunto de e-mails entregue à Lava Jato, Marcelo Odebrecht autoriza a manutenção de uma mesada a Frei Chico, mesmo após o término do governo Lula.

O irmão do ex-presidente ganhou o codinome “metralha” nas planilhas da propina do grupo.

Na mensagem, de 24 de novembro de 2010, Alexandrino Alencar confirma que combinou com Marcelo para que fossem mantidos os pagamentos trimestrais.

“Conforme alinhado com MO vamos manter o programa do irmão do chefe com codinome Metralha. Pelas minhas contas deveríamos começar em dezembro.”

Hilberto Martins, responsável pelo setor de propinas da empresa, pergunta sobre o prazo e pede a confirmação superior. Em seguida, Alexandrino escreve: “15 por trimestre, por 12 meses.” Logo depois, Marcelo Odebrecht dá o seu “ok”.

Comentários

  • Alexandra -

    É mentira, o frei Beto é tão honesto quanto o irmão e POF, POF, POF.

  • Getulio -

    Seria uma versão robustíssima do Bolsa Família? Ou mais uma caso de "privataria", vocábulo usado tão frequentemente por integrantes do bloco lúdico Unidos do Pé na Cova? Não é interessante o fato de ter um país rejeitado a monarquia para, logo depois, constituir dinastias tão ricas em privilégios? Mesmo assim, há ainda uns cabras de sorte louquinhos para emigrar para a Coreia do Norte, em busca de dinastia mais parruda, além daqueles desfiles militares sem fim, sempre animados com o previsível passo de ganso. Seja como for, a família que mama unida permanece unida. Até que, eventualmente, ressurja a ordem unida.

  • FAMILIA" -

    Meu Deus isso é caso de intervençao FEDERAL pela FAAA. Essa familia tem ser varrida do mapa. Tem mandar prender esses assaltantes ou entao esses JUIZES por prevaricaçao.

Ler 55 comentários