Em estado terminal

Lula e Renan Calheiros saquearam juntos a Petrobras.

É perfeitamente natural que eles pensem em se aliar em 2018.

O blog Brasil 247 festeja o retorno da ORCRIM:

“A decisão do senador Renan Calheiros de romper com o projeto golpista antecipa uma tendência que será seguida por todos os políticos que precisarem buscar a reeleição em 2018; mais do que simplesmente romper com Temer, Renan já negocia uma aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera todos os cenários sobre sucessão”.

Na verdade, nenhum deles vai resistir até 2018.

Lula e Renan Calheiros, assim como seus adversários governistas, vão desaparecer nos próximos dias.