Em evento com investidores, Mourão chama Argentina de 'eterno mendigo'

Em evento com investidores, Mourão chama Argentina de eterno mendigo
Foto; Adriano Machado/Crusoé

Hamilton Mourão criticou a Argentina durante um evento virtual com investidores nesta quinta (8), chamando o país vizinho de “eterno mendigo”.

O vice-presidente falava sobre a questão orçamentária, defendendo o respeito ao teto de gastos, quando comparou a situação brasileira com a argentina.

“Uma coisa é clara: temos que operar dentro do limite da âncora que temos hoje, que é a questão do teto de gastos”, afirmou Mourão.

“Não podemos fugir da âncora fiscal, senão o país quebra —e, se o país quebrar, vamos ficar igual ao nosso vizinho do sul, igual à Argentina, eterno mendigo.”

Em sua apresentação, o vice-presidente defendeu desvinculação do Orçamento, abertura comercial, privatizações, desburocratização e reformas, incluindo uma nova reforma previdenciária, além de vacinação em massa contra a Covid.

 

Leia mais: A prisão do deputado Daniel Silveira, que ofendeu ministros do STF num vídeo, é mais um capítulo da avacalhação da democracia brasileira.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO