Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em mês de CPI, Ciro Nogueira torra R$ 62,2 mil do cotão para abastecer aviões e alugar carros

O senador piauiense que preside o PP faz os trechos entre Brasília e Teresina em aeronave particular abastecida com dinheiro público
Em mês de CPI, Ciro Nogueira torra R$ 62,2 mil do cotão para abastecer aviões e alugar carros
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Em maio, com a CPI da Covid, da qual é titular, em andamento, o senador piauiense Ciro Nogueira, que preside o PP, torrou R$ 62.263,95 da cota parlamentar a que tem direito para abastecer aeronaves particulares e alugar dois carros em Brasília, onde já tem direito a veículo oficial.

O levantamento foi feito por O Antagonista, a partir das notas fiscais apresentadas por Ciro para ressarcimento do Senado.

Somente com os abastecimentos de aeronave particular, feitos nos aeroportos de Brasília e de Teresina, o senador gastou R$ 57.395,61 de dinheiro público.

Outros R$ 4.868,34 foram usados pelo senador para o aluguel de dois carros em maio. O Senado ressarciu R$ 3,6 mil gastos por Ciro pelo aluguel de um Honda Civic feito em uma loja do Lago Sul, área nobre de Brasília. O senador também recorreu ao cotão para pagar R$ 1.268,34 referentes a um outro veículo alugado, não especificado na nota fiscal apresentada ao Senado. A locação foi feita em uma loja do aeroporto de Brasília. Na capital federal, senadores já têm à disposição um carro oficial, com motorista.

O chamado “cotão” é dinheiro público a que os congressistas têm direito para gastar com quase tudo o que você conseguir imaginar. Existe um limite mensal de gastos, mas não é preciso comprovar a relação das despesas com a atividade parlamentar: basta apresentar as notas e nós pagamos tudo. É uma farra.

Não é de hoje que Ciro Nogueira é um dos campeões em gastos com a cota parlamentar, como já mostramos aquiaquiaquiaqui e aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO