Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em mudança de última hora, relatora quer distritão misto nas eleições de 2022

Ideia inicial de Renata Abreu (Podemos-SP) era usar o modelo habitual do distritão, migrando para distrital misto em 2024
Em mudança de última hora, relatora quer distritão misto nas eleições de 2022
Foto: Antonio Augusto/ASCOM/TSE

Um mudança de última hora fez com que o relatório da reforma política que será apresentado hoje na Câmara sugira o uso do modelo distritão misto nas eleições de 2022, não mais o distritão ‘puro’, como foi cogitado anteriormente.

Se aprovado o distritão misto, os deputados federais e estaduais irão disputar o pleito em toda a área do estado onde se candidataram. Mas metade dos escolhidos será eleito de forma direta, enquanto outra parte será definida a partir dos votos dados em uma lista definida previamente pelos partidos.

Já no modelo distrital misto, os candidatos disputam vagas por regiões, não mais em toda a área de cidade, estado ou país. Serão eleitos os mais votados individualmente e aqueles que ficarem nas primeiras colocações de uma lista de nomes apresentada previamente pelo partido.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....