Em nome dos heróis da pandemia

Senadores como Alvaro Dias (Podemos) e Major Olímpio (PSL) votaram, na noite da última quarta-feira, pela derrubada do veto de Jair Bolsonaro que impedia aumento de salários de servidores envolvidos no combate à Covid-19 até dezembro de 2021 — o veto acabou sendo mantido em votação na Câmara.

O posicionamento dos dois líderes acabou atraindo o voto de mais gente do grupo “Muda, Senado”.

A repercussão negativa durante todo o dia de ontem incomodou alguns desses senadores, que acabaram atacando Paulo Guedes ou se virando para encontrar argumentos que pudessem justificar o voto.

A maioria decidiu se apoiar no discurso de que era preciso valorizar “os heróis da pandemia”, como profissionais de segurança e da saúde.

Lasier Martins (Podemos) chegou a gravar um vídeo para dizer, entre outras coisas, que a derrubada do veto somente permitiria a possibilidade de reajustes — o que é verdade –, mas ele ponderou que não acreditava que isso ocorreria: ora, então, convenhamos, não fazia muito sentido votar como votou.

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 58 comentários
TOPO