ACESSE

Em nota, Globo diz que 'não tem nem cultiva inimigos'

Telegram

O Grupo Globo divulgou uma nota sobre a reunião de Gustavo Bebianno com seu executivo Paulo Tonet Camargo, vetada por Jair Bolsonaro em um dos áudios divulgados hoje.

Segundo a nota, o grupo “não tem nem cultiva inimigos”, e os encontros de Tonet com autoridades são rotina –como publicamos, o executivo da Globo se reuniu com os generais Augusto Heleno e Santos Cruz.

Leia a íntegra da nota da Globo:

“O Grupo Globo considera que não tem nem cultiva inimigos. A própria natureza de sua atividade jamais permitiria qualquer postura em contrário. Hoje, como sempre, sua missão é levar ao público jornalismo independente – dando transparência a tudo o que é relevante para o País – e entretenimento de qualidade. Continuaremos a trabalhar nesta mesma direção.

A visita de Paulo Tonet Camargo, Vice-Presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, ao então ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, constava da agenda pública do ministro, divulgada na internet. Visitas de diretores do Grupo Globo a autoridades dos diferentes poderes, servidores públicos, executivos de empresas e representantes da sociedade civil são rotineiras. E, nesse aspecto, não nos diferenciamos de qualquer grupo empresarial que pretenda ouvir todas as vozes de uma sociedade livre, de forma transparente e com agenda pública, mantendo relações estritamente institucionais e republicanas.”

Transferir a embaixada de Tel Aviv para Jerusalém. Se você deseja entender melhor a questão, precisa conhecer agora mesmo a posição “politicamente incorreta” do Narloch. Veja aqui!

Comentários

  • Almanakut -

    Cuide dos teus comunistas aí no Inferno, Roberto Marinho!

  • Silvia -

    Acho que sim.

  • Beto -

    Vi uma informação mas não sei se e verdade d q a concessão da Globo termina no governo BOLSONARO. Vamos precionar p/ser extinta ou não? Vamos ou não vamos?

Ler 313 comentários