Em Porto Alegre, hospital cria grupo para decidir quem usará respirador

Em razão da falta de respiradores, o Hospital de Clínicas de Porto Alegre, referência para atendimento de casos da Covid-19, criou um grupo com profissionais de várias áreas para decidir quais pacientes serão ou não intubados, diz a Folha.

Se tem dois pacientes precisando, como defino? Isso aconteceu no resto do mundo, mas jamais imaginamos que ia acontecer aqui, nosso estado tem uma estrutura muito boa”, afirmou a diretora do hospital, Nadine Clausell. 

O hospital está operando além da sua capacidade. Na sexta-feira, a taxa de ocupação em leitos de UTI chegou 126%.

Leia mais: Em pouco mais de um mês no STF, o ministro Kassio Marques se alinha à ala anti-Lava Jato.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO