Em reunião de 4 horas, Guedes tenta se realinhar com secretários

Em reunião de 4 horas, Guedes tenta se realinhar com secretários
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Em reunião convocada de última hora, Paulo Guedes afirmou aos secretários do Ministério da Economia que será preciso fazer um “realinhamento” para evitar problemas com o Planalto.

O Antagonista apurou que no encontro, que começou às 19h de ontem e durou cerca de 4 horas, o ministro pediu que os subordinados não vazem informações à imprensa sobre estudos realizados pela pasta.

A ordem de Guedes foi dada em meio às críticas de Jair Bolsonaro às entrevistas que Waldery Rodrigues deu nas últimas semanas. A irritação mais recente foi com a fala do secretário de Fazenda sobre o congelamento de aposentadorias como forma de abastecer o Renda Brasil –que foi enterrado, mas ressuscitou.

Para evitar o desgaste, Guedes definiu que os secretários só darão entrevistas com seu aval, em esforço para unificar o discurso da pasta.

Em posição frágil, Waldery não deve sair do Ministério da Economia, avaliam fontes da equipe econômica. Mesmo com o anúncio do “cartão vermelho”, Jair Bolsonaro concordou que a demissão seria uma sinalização ruim para o mercado.

Leia mais: Gleisi e Bolsonaro do mesmo lado
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 13 comentários
TOPO