Em reunião, governadores propõem auxílio emergencial retroativo e adiamento de precatórios

Em reunião, governadores propõem auxílio emergencial retroativo e adiamento de precatórios
Foto: Divulgação

Durante a reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), os governadores sugeriram uma série de medidas para a retomada da economia.

Entre as principais ideias, está o pagamento de uma espécie de auxílio emergencial retroativo em relação aos meses de janeiro e fevereiro, quando não houve o benefício.

Os governadores também disseram considerar insuficiente o valor de R$ 250 proposta agora pelo governo federal.

“Há uma preocupação com auxílio emergencial”, disse o governador do Piauí, Wellintgon Dias (PT). “Há a necessidade de uma primeira parcela maior para se compensar esse período (em que não houve o pagamento do benefício). As pessoas estão passando fome”, pontuou.

Uma outra medida defendida pelos governadores foi a criação de um fundo de recebíveis dos estados e o adiamento no pagamento de precatórios (pagamento de dívidas judiciais. “Essas medidas não tiram nem de um estado nem de outro e garantem nossa capacidade de investimento”, ressaltou Dias.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO