Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Emendas do relator são "fraude à democracia", diz Gil Castello Branco

Para o fundador da organização Contas Abertas, o orçamento secreto de Jair Bolsonaro se transformou em um instrumento de compra de parlamentares
Emendas do relator são “fraude à democracia”, diz Gil Castello Branco
Reprodução/O Antgonista/YouTube

Em entrevista ao Papo Antagonista, o fundador da organização Contas Abertas, Gil Castello Branco, afirmou que o escândalo das emendas secretas do governo de Jair Bolsonaro é pior que o mensalão petista.

Castello Branco disse nunca ter visto “um instrumento tão promíscuo”.

“Sem dúvida nenhuma [é o novo mensalão]. Não gosto nem de chamar de mensalão, porque não chega a ser nem mensal. É uma espécie de jabá orçamentário bilionário. Eu acompanho o orçamento da União há cerca de 40 anos. Ao longo de todas essas décadas, nunca vi um instrumento tão promíscuo quanto essas emendas de relator. Elas são inconstitucionais porque ferem o caráter da impessoalidade, da moralidade, da publicidade.”

O fundador da Contas Abertas enalteceu a decisão do STF que suspendeu a distribuição das emendas.

“Elas passaram a ser um instrumento de fraude à democracia, de compra de parlamentares. Essa decisão foi precisa.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....