Emílio disse, sim, que havia um conta corrente de 300 milhões

No depoimento prestado em abril, Emílio Odebrecht pode não ter entrado em detalhes sobre a reunião do “pacto de sangue” com Lula, mas confirmou que o PT tinha uma conta corrente de 300 milhões de reais com a Odebrecht — como havia dito Marcelo, o seu filho.

E Emílio deixou claro, também, que a reforma do sítio em Atibaia fazia parte do pacote.

Só falta ele reconhecer que falou explicitamente em 300 milhões de reais com Lula, para garantir os benefícios acertados com a Lava Jato. Porque Emílio falou, como revelou Antonio Palocci.

Comentários

  • Octávio -

    Deixa a poeira abaixar que o lula ainda vai reclamar no Procon sobre a imprecisão dos valores. E o pior é que a Justiça lhe dará ganho de causa! KKKK

  • Alce -

    Emilio e Lula têm ue ser presos.

  • ze -

    Eu também entendi assim, o Jornal Nacional comeu bola ontem.........

Ler 20 comentários