ACESSE

Emílio disse, sim, que havia um conta corrente de 300 milhões

Telegram

No depoimento prestado em abril, Emílio Odebrecht pode não ter entrado em detalhes sobre a reunião do “pacto de sangue” com Lula, mas confirmou que o PT tinha uma conta corrente de 300 milhões de reais com a Odebrecht — como havia dito Marcelo, o seu filho.

E Emílio deixou claro, também, que a reforma do sítio em Atibaia fazia parte do pacote.

Só falta ele reconhecer que falou explicitamente em 300 milhões de reais com Lula, para garantir os benefícios acertados com a Lava Jato. Porque Emílio falou, como revelou Antonio Palocci.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários