ACESSE

Empresa citada na Operação Calvário venceu contrato de 318 milhões da Loterj de Witzel

Telegram

A empresa Paraíba de Prêmios (PSWI Tecnologia Ltda), citada na decisão do desembargador Ricardo Vital de Almeida que autorizou a Operação Calvário, é a mesma que acaba de vencer a concorrência da Loterj para prestação de serviços de “loteria convencional múltiplas chances”.

O valor do contrato de cinco anos é de R$ 318 milhões.

Como O Antagonista revelou mais cedo, os delatores da Calvário disseram que Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador da Paraíba e operador financeiro do esquema de corrupção, participa do controle da Lotep (Loteria estadual) por meio da Paraíba de Prêmios.

A Loterj é presidida pela advogada Kelly Mattos, nomeada por Wilson Witzel. Kelly também comandou a loteria no governo de Rosinha Garotinho. No ano passado, ela tentou mandato de deputada federal pelo PSC.

Propina, propina, propina

 

Lava Jato coloca a lupa sobre os negócios de Lulinha, que agora é alvo preferencial das investigações. CONFIRA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 38 comentários