“Feira” faturou R$ 670 milhões com campanhas do PT

Na quebra de sigilo bancário da Polis Propaganda, de João Santana, a Lava Jato identificou depósitos de aproximadamente R$ 670 milhões em suas contas bancárias, entre os anos de 2004 e 2015.

Os recursos são fruto dos serviços prestados pelo marqueteiro às campanhas do PT, especialmente as presidenciais de 2006, 2010 e 2014, para Lula e Dilma.

Serviços…