Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Empresa indiana omitiu do Itamaraty informação sobre 'offshore' em Singapura

Bharat Biotech, a fabricante da Covaxin, não informou ao embaixador brasileiro na Índia a existência da Madison, empresa intermediária na negociação com o Ministério da Saúde
Empresa indiana omitiu do Itamaraty informação sobre offshore em Singapura
Foto: Leonardo Sá/Agência Senado

A Bharat Biotech contava com o pagamento antecipado pelo Ministério da Saúde para dar início ao processo de envio de doses da Covaxin ao Brasil, segundo telegrama sigiloso enviado pela Embaixada do Brasil na Índia em 24 de março e obtido por Crusoé.

No documento, o embaixador André Corrêa do Lago relata ao Itamaraty as informações recebidas da farmacêutica no dia 23 de março —que não incluíam a existência de uma empresa intermediária em Singapura, a Madison Biotech.

Àquela altura, a Precisa Medicamentos, intermediária da Covaxin no Brasil, já havia encaminhado ao Ministério da Saúde duas faturas da Madison.

LEIA AQUI a reportagem de André Spigariol na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO