Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Empresa que negociou Coronavac com Pazuello nunca vendeu vacinas

A importadora catarinense World Brands tem cadastro de negócios que englobam desde bijuterias até produtos eróticos
Empresa que negociou Coronavac com Pazuello nunca vendeu vacinas
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O então ministro da Saúde Eduardo Pazuello negociou a compra de 30 milhões de doses da Coronavac com um intermediário que nunca vendeu vacinas, diz O Globo. 

A importadora catarinense World Brands tem cadastro de atividades e negócios que englobam praticamente de tudo, menos imunizantes.

A lista é variada: de ‘itens de sex-shop’ a parafusos e lubrificantes (neste caso, lubrificantes de veículos…), passando por ornamentações de Natal, artigos funerários, bijuterias, calçados, óculos, shampoo, brinquedos, jogos eletrônicos, instrumentos musicais, alfinetes, tecidos, móveis, alimentos, material de construção e equipamentos de informática, entre outros.”

De acordo com reportagem da Folha, Pazuello negociou doses da Coronavac com a World Brands, em março de 2021, por um valor três vezes maior do que o ofertado pelo Instituto Butantan.

Mais notícias
TOPO