Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Empresário Airton Cascavel pede a STF para faltar a depoimento

O ex-assessor do Ministério da Saúde durante a gestão de Eduardo Pazuello será ouvido pela CPI da Covid nesta quinta-feira
Empresário Airton Cascavel pede a STF para faltar a depoimento
Foto: Reprodução

O empresário Airton Soligo pediu ao STF o direito de não comparecer nesta quinta-feira (5) à CPI da Covid. Ele foi assessor do Ministério da Saúde durante a gestão de Eduardo Pazuello.

Airton Cascavel, como era conhecido, cuidava da articulação com deputados, senadores e governadores e prefeitos. Ele teria atuado em nome da pasta antes mesmo de ser nomeado.

A defesa do braço direito de Pazuello requer ainda que ele, se obrigado a comparecer, tenha o direito a ficar em silêncio e de não submetido ao compromisso de dizer a verdade “sem sofrer constrangimentos físicos ou morais”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO