Empresário ligado a Aécio é delatado por operador da Fecomércio

“Um dos anexos do acordo de Orlando Diniz mantidos em sigilo pelo MPF trata da relação do ex-todo-poderoso da Fecomércio do Rio de Janeiro com o empresário Alexandre Accioly”, diz a Crusoé.

Já apontado como operador de Aécio Neves, Accioly aparece também em inquéritos da Lava Jato relacionados a Sérgio Cabral.

“No total, diz Orlando Diniz, a Fecomércio repassou cerca de 14 milhões para a empresa de Accioly. O empresário devolveu 700 mil reais em espécie a Diniz.”

Leia aqui a reportagem completa de Fabio Serapião, intitulada “Empresário ligado a Aécio é delatado: dinheiro em caixa de sapatos”.

Leia mais: EXCLUSIVO: A APURAÇÃO SOBRE A LIGAÇÃO DO MINISTRO DIAS TOFFOLI COM A ODEBRECHT E A OAS
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 7 comentários
TOPO