Empresas ligadas a militar venderam ao governo R$ 45 milhões em produtos

Empresas ligadas a militar venderam ao governo R$ 45 milhões em produtos
Foto; Crusoé

Três empresas da mesma família mantêm contratos de R$ 45 milhões com o governo federal para fornecer diferentes produtos e serviços ao Exército, mostra a Crusoé.

As empresas, visitadas pela revista, funcionam em pequenas salas comerciais de Brasília. Uma delas, a que aparece na foto deste post, nem tem placa de identificação.

No centro dos negócios, autorizados em grande parte pelo Ministério da Defesa e pelo Comando do Exército, está Elvio Rosemberg da Silva Abreu Junior.

Elvio aparece como dono da empresa DFX Comércio e Importação, que fornece uniformes e tecidos. Segundo o Portal da Transparência, a empresa recebeu R$ 25 milhões do governo federal. Procurado por Crusoé, o Exército não informou se ele continua na ativa.

Elvio é filho de Azenate Barreto Abreu, dona da Saúde & Vida Comercial de Alimentos, que já recebeu R$ 12,5 milhões do governo. A empresa fornece alimentos para as tropas, que vão desde feijão e carnes até leite condensado.

Já a terceira empresa está registrada no nome de Cynthia Nascente Schuab Abreu, mulher de Elvio Junior. Ela figura como dona da Schuab Abreu Engenharia, que recebeu R$ 7,1 milhões do governo federal, também para fornecer produtos para o Exército.

Crusoé tentou contato com Elvio, Cynthia e Azenate, mas eles não atenderam as ligações.

LEIA AQUI a reportagem completa na Crusoé.

Em nota, a defesa da Saúde Vida Alimentos disse que vendeu duas caixas de leite condensado, contendo 27 unidades cada, por R$ 324.

“A empresa nunca fechou qualquer contrato no valor de R$ 15 milhões para o fornecimento de leite condensado, para qualquer órgão do governo, tampouco fechou qualquer contrato no valor de R$ 12 milhões”, afirmou.

Leia a íntegra:

Leia mais: Quem são os diretores da agência que darão o veredicto sobre as vacinas a serem aplicadas nos brasileiros
Mais notícias
TOPO