Encontro entre Huck e Moro "mexeu com todas as bolhas", diz Freire

Encontro entre Huck e Moro “mexeu com todas as bolhas”, diz Freire
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Se for mesmo candidato, Luciano Huck muito provavelmente se filiará ao Cidadania.

O presidente nacional do partido, Roberto Freire, disse a O Antagonista que as últimas horas deixaram claro que o processo de formação de uma “frente ampla” para 2022 envolverá “um debate intenso, radicalizado e intolerante”.

Ao comentar o fato de que Huck teria dito que sua turma é com Rodrigo Maia, Freire respondeu afirmando que o grupo está aberto a “quem quiser se juntar contra o obscurantismo e o negacionismo”.

“Sim, a turma dele é com Maia, com Sergio Moro, com Luiz Henrique Mandetta, com Paulo Hartung, com João Doria, com Armínio Fraga, com gente do PDT, do PSB. Se tiver alguém [na esquerda e no PT] que não seja mais lulista e quiser vir, que venha.”

Para Freire, o encontro entre Huck e Moro teve “um impacto muito grande”, porque “mexeu com todas as bolhas”.

“O processo está começando e isso vai aumentando daqui para frente. Tudo tem, claro, um objetivo: 2022. O que vai acontecer? Ainda não se sabe, são os primeiros passos, mas são passos importantes. A História não se repete, mas ensina. Nunca se derrotou o obscurantismo com exclusão, com intolerância. É preciso formar uma aliança para combater esse adversário, esse inimigo.”

O líder partidário comparou a situação do Brasil com a dos Estados Unidos, que elegeram Joe Biden:

“Biden não derrubou Trump dizendo ‘esse não vai’ ou ‘aquele não vai’. Pelo contrário. Eu não quero continuar sendo oposição a Bolsonaro, eu quero derrotá-lo. Quem tiver esse objetivo tem que ser aceito.”

Leia mais: Apoie o nosso jornalismo investigativo, analítico e independente.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 163 comentários
TOPO