Engolindo Yang

Engolindo Yang
Foto: Isac Nóbrega/PR

 

O governo Bolsonaro já pediu à China duas vezes a troca do embaixador Yang Wanming, mas foi solenemente ignorado pelo regime comunista.

Ernesto Araújo chegou a enviar ao embaixador brasileiro em Pequim, Paulo Estivallet de Mesquita, um telegrama diplomático solicitando a entrega formal ao governo chinês de um pedido de substituição de Yang, diz a Folha.

O gesto do antichanceler buscava agradar Jair Bolsonaro e Eduardo, com quem Yang andou discutindo nas redes sociais. O problema é que, obviamente, tudo o que o diplomata chinês falou ou escreveu foi autorizado por seu governo.

Bolsonaro, Ernesto e o Bananinha terão de engolir o 5G da Huawei, se o Brasil quiser ter acesso a insumos pra vacinas contra a Covid.

 

 

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO