Entre direita e extrema-direita

Fernando Haddad disse à Folha de S. Paulo que as próximas disputas eleitorais no Brasil devem ser entre direita e extrema-direita:

“A tendência é que também aqui direita e extrema-direita sejam o polo das próximas disputas. O desafio da esquerda é maior do que nunca. A gente nunca conviveu com uma situação tão adversa”.

O PT, para ele, acabou:

“A chance de o PT manter a hegemonia na esquerda é difícil. Vamos ver o que ocorre até 2018 em torno da candidatura do Ciro Gomes, se o Lula vai ser impedido de disputar”.

Faça o primeiro comentário