Entre 11 titulares da CPI da Covid, cinco fazem parte da oposição

Entre 11 titulares da CPI da Covid, cinco fazem parte da oposição
Foto: Pedro França/Agência Senado

Entre os onze titulares da CPI da Covid, cinco parlamentares fazem parte da oposição ao governo federal. O PSD indicou dois nomes: Omaz Aziz (AM) e Otto Alencar (BA). O primeiro era tido como independente, mas passou a criticar o governo federal após a crise de oxigênio no Amazonas; o segundo é visto como independente, capaz de causar problemas ao Planalto.

Além deles, fazem parte da oposição ao governo os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o senador Humberto Costa (PT-PE). Ainda entre os titulares que atuam contra o governo está o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Ao defender a instalação da CPI da Covid, o parlamentar disse em março: “É preciso parar esse cara”, em referência a Bolsonaro.

A lista de indicações para os membros da CPI da Covid ainda não está completa. Ainda faltam confirmações dos três nomes do bloco composto pelo MDB, PP e Republicanos e da indicação do bloco do DEM, PL e PSC. No caso do bloco do MDB, os favoritos são os senadores Renan Calheiros (MDB-AL), Eduardo Braga (MDB-AM) e Ciro Nogueira (PP-I). No bloco do DEM, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) é o favorito para a vaga.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que tem coragem de fiscalizar TODOS os poderes
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO