Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Entrevista a O Antagonista demonstra “estado de confusão mental”, diz defesa de Tolentino

Apontado como sócio da FIB Bank, advogado apresentou pedido ao STF para poder faltar à CPI ou prestar depoimento por escrito
Entrevista a O Antagonista demonstra “estado de confusão mental”, diz defesa de Tolentino
Reprodução/Papo Antagonista

A defesa do advogado Marcos Tolentino afirmou, na nova ação impetrada pelo suposto sócio oculto da FIB Bank no Supremo Tribunal Federal, que a entrevista concedida por ele ao Papo Antagonista “demonstra seu sensível estado de confusão mental”.

Como mostramos há pouco, a defesa de Tolentino apresentou pedido de reconsideração de habeas corpus para que ele não compareça à CPI ou para que ele possa prestar depoimento por escrito. O caso será julgado pela ministra Cármen Lúcia.

“Referindo-se à entrevista concedida pelo paciente, de seu leito no Hospital Sírio-Libanês, ao Programa Papo Antagonista – que apenas demonstra o sensível estado de confusão mental do paciente, que, entre outros tratamentos, é submetido à acompanhamento psicológico e psiquiátrico no Hospital Sírio-Libanês”, disse a defesa do advogado.

No novo pedido ao STF, a defesa de Tolentino alegou que ele ainda está internado para tratamento de um distúrbio metabólico que poderia causar arritmia cardíaca.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....