ERA DINHEIRO VIVO

Os investigadores da Operação Dragão frisam, na coletiva de imprensa, que o papel de operadores como Adir Assad e Rodrigo Tacla Duran era fornecer dinheiro vivo para o sistema de corrupção.

As empreiteiras contratavam serviços nunca prestados, faziam o pagamento a Duran e, em seguida, recebiam o dinheiro em espécie para pagar os agentes públicos corrompidos.

Faça o primeiro comentário