Erenice Guerra na gaveta de Dilma

Erenice Guerra, interrogada pela PF, admitiu que tinha um contrato de gaveta com José Ricardo da Silva, o conselheiro do Carf pago para resolver uma “grande dívida tributária” da Huawei.

Ela admitiu também que seu irmão indicou José Ricardo da Silva para o Carf.

Dilma Rousseff tem mais de um motivo para querer calar o Judiciário e a imprensa.