Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Errei e quero me redimir", diz Sérgio Reis

Em entrevista a Roberto Cabrini, cantor pede desculpas ao Supremo, mas defende passeata "pacífica" por impeachment de Moraes: "O Senado tem que acordar"
“Errei e quero me redimir”, diz Sérgio Reis
Reprodução

Alvo de busca e apreensão na sexta-feira 20, Sérgio Reis fez um mea culpa durante entrevista ao programa de Roberto Cabrini. O cantor, que chegou a gravar deitado na cama, repetiu a versão de que a mensagem convocando a militância bolsonarista a “quebrar tudo”, era uma brincadeira entre amigos e se disse arrependido.

“Eu errei e quero me redimir, pedir desculpas ao Supremo. Se caso eu os ofendi, que me perdoem, como ser humano e respeito ao cargo de vocês. Se magoei o Barroso, o Alexandre, qualquer um.”

 

Reis disse que perdeu fãs e amigos depois do “momento de desequilíbrio”. “Só o Roger, do Ultraje a Rigor, me mandou mensagem de solidariedade.”

O cantor também negou participar de esquema com cooperativa indígena para exploração de minérios em reservas e garantiu que a manifestação do dia 7 de setembro será pacífica.

Não vai quebrar nada, não vai ter isso. Vai ser uma passeata amigável, quieta. Mas o Senado tem que acordar.”

Sergio Reis 5
Reprodução

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO