Esclarecendo a posição do relator

Valter de Araújo, após defender os argumentos que o levaram a conceder a polêmica liminar na semana passada, recuou e admitiu que não pode se imiscuir no caso e que a investigação contra Lula deve ficar com Cassio Conserino.

Resignado, ele interrompeu há pouco a votação para esclarecer sua posição:

“A atuação do requerido e dos demais promotores se deu pautada por atos deste Conselho, ainda que fundada numa interpretação eventualmente equivocada. Eles atuaram com respaldo em atos normativos.”

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200