"Escuta, então vamos simplesmente afastar os subsídios dos magistrados?"

Marco Aurélio Mello disse o seguinte sobre o aumento dos salários do Judiciário, com efeito cascata no funcionalismo.

“É uma reposição do poder aquisitivo, considerado o período entre 2009 e 2014. E era para estar aprovado desde 2016. Por que não foi aprovado? Depois de costurada essa reposição, que não é aumento, é parcial, costurada com o Executivo e aprovada na Câmara, estava para votação simbólica no Senado. Na gestão anterior a presidente tomaria posse, quando foi levar convite ao presidente do Senado sinalizou que não era oportuno. E se já não era oportuno em 2016, hoje, com a situação econômica, financeira da União e dos Estados, muito menos.”

Lembrado que o Brasil tem mais de 10 milhões de desempregados, o ministro reagiu:

“Escuta, então vamos simplesmente afastar os subsídios dos magistrados? Por que não? Vamos reduzi-lo ao salário mínimo? É o tipo da coisa. Temos que observar o contexto. Nós não vamos parar o Brasil porque ele está numa situação difícil econômica e financeira. Mas as instituições precisam continuar funcionando.”

Comentários

  • Ricardo -

    Como toda empresa, cortem cabeças para caber no orçamento.

  • Goreba -

    Para o STF "funcionar" desse jeito, melhor seria se não EXISTISSE!!! Um STF que solta bandidos e corruptos de toda espécie, um STF que INSULTA o contribuinte, pode acabar que não fará falta!!!

  • Eder -

    Boa hora para troca-los por pessoas mais competentes!

Ler 149 comentários