Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Esmague, Pai, a tirania": Moraes cobra explicação de Bob Jeff sobre prece

Preso em agosto por causa de ataques às instituições democráticas, o ex-parlamentar foi internado após ter passado por problemas de saúde
“Esmague, Pai, a tirania”: Moraes cobra explicação de Bob Jeff sobre prece
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O Alexandre de Moraes, do STF, mandou a defesa do presidente do PTB, Roberto Jefferson, se manifestar em 48 horas sobre um vídeo em que o parlamentar diz que reza contra o ministro. O vídeo teria sido enviado a aliados na última quinta-feira (14).

“Intime-se a defesa do denunciado para que, no prazo de 48 horas, preste informações detalhadas a esta Corte acerca do acesso do custodiado ao(s) aparelho(s) celular(es) por meio do(s) qual(is) foi produzido o referido vídeo e sua posterior divulgação, em desrespeito ao cumprimento das medidas restritivas impostas”, disse o ministro.

Em 18 de outubro, o ministro mandou o secretário de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro e o diretor do Hospital Samaritano Barra se manifestarem. No vídeo, o ex-parlamentar segura uma Bíblia, cita diversas vezes Alexandre de Moraes e afirma: “Oro em desfavor de Xandão. Seja vestido com a vergonha e esmague, Pai, a tirania”.

O presídio informou que imagens não foram produzidas em seu interior. Já o Hospital Samaritano Barra alegou que só tomou conhecimento do vídeo com o recebimento do ofício, e que tal gravação possa ter sido feita dentro do quarto particular em que Jefferson se encontrava, por meio de celular e em momento posterior à alta hospitalar.

Preso em agosto por determinação de Moraes em razão de ataques às instituições democráticas, Jefferson foi internado após ter passado por problemas de saúde na prisão.

Mais notícias
TOPO