ACESSE

Especialistas acreditam que a pandemia é 'janela de oportunidade' para a reforma tributária

Telegram

Em live sobre reforma tributária organizada pelo advogado Marcos da Costa, o ex-deputado Luiz Carlos Hauly, autor de uma das PECs sobre o tema que tramitam no Parlamento, voltou a dizer que está otimista com a possibilidade de o Congresso aprovar ainda neste ano uma reforma que seja resultado das propostas da Câmara, do Senado e do governo.

“Quando resolvermos o sistema tributário, a economia voltará a crescer, o Brasil voltará a ser a bola da vez no mundo.”

Hauly acrescentou que a pandemia da Covid-19 fez o desemprego aumentar, empresas quebrarem e, em razão disso, a reforma será ainda mais bem-vinda. Na avaliação dele, os auxílios emergenciais estão chegando aos cidadãos, aos estados e municípios, mas não às empresas.

O presidente da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Afresp) e presidente da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite), Rodrigo Spada, acrescentou que a pandemia mostrou que a desigualdade social “é muito pior que a gente imaginava” e, por isso, também defende, enfim, uma reforma no sistema tributário, que, para ele, atualmente “é pior que um manicômio”.

“É pior que um manicômio, porque do manicômio é possível fugir.”

Spada acrescentou:

“Estou otimista. O debate político não pode ter vencedores e perdedores, a gente tem que somar. A crise é sempre uma oportunidade, a gente precisa aproveitar esta oportunidade.”

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 13 comentários